31 de jan de 2016

O déficit da previdência social é sustentável?


O déficit da previdência social é sustentável?



A previdência social teve um déficit de cerca de 1,5% do PIB em 2015. Os dados da previdência foram obtidos no site do Tesouro Nacional, e como proxy do PIB, está sendo utilizado o PIB calculado pelo Banco Central e disponível no seu sistema de séries temporais.

As despesas com previdência atingiram o seu valor máximo em dezembro de 2015, atingindo 7,4% do PIB. Por outro lado, as receitas como proporção do PIB caíram em 2015, atingindo 5,9%.

Os dados estão registrados nos gráficos neste post, de onde podemos extrair uma conclusão  importante. Primeiro, as despesas com previdência subiram forte desde meados de 2014, enquanto as receitas estacionaram.  Isto implica que o governo vai ter que fazer um esforço fiscal enorme para fazer frente a este pagamento, considerando apenas que estas despesas se estabilizem neste patamar.
Resultado da Previdência Social
Fonte: Tesouro Nacional e Banco Central do Brasil



Segundo, apesar da previdência já ter tido déficits maiores, como em meados de 2006, atualmente há pouco espaço para crescimento da receita via aumento de impostos. Uma reforma que reduza o crescimento dos gastos é muito importante para manter sustentável o regime de previdência social pública no longo prazo. 

Receitas e Despesas da Previdência Social
Fonte :Tesouro Nacional e Banco Central do Brasil